Fundada em 1968 como um povoado internacional dedicado à busca de uma vida sustentável e harmoniosa, Auroville é uma comunidade localizada no Estado de Tamil Nadu, sul da Índia. Ela foi construída com o propósito de ser uma cidade universal onde homens e mulheres de todos os países possam viver em paz e em progressiva harmonia, acima de todas as crenças, ideais políticos e nacionalidades. O propósito de Auroville é realizar a unidade humana.

Idealizada por Mirra Alfassa (1878 – 1973), também conhecida como “a Mãe”, juntamente com seu mentor e companheiro Sri Aurobindo (1872 – 1950), poeta, nacionalista e professor de ioga,  é através das mãos do arquiteto francês Roger Anger que o traçado da comunidade é desenvolvido. A cidade foi projetada no formato de uma galáxia, onde várias “linhas de força” parecem desenrolar-se do ponto central onde fica o Matrimandir, Templo da Mãe Divida. Sua proposta urbanística é bastante original e desenvolve a cidade em forma de uma espiral. De acordo com os idealizadores do projeto, o design simboliza a evolução humana cujo ápice é o majestoso templo central.

150723_RK_IndiaUntopia6.jpg.CROP.promo-xlarge2.jpg

O projeto foi apresentado ao Governo da Índia, que deu sua autorização e encaminhou para a Assembléia geral da UNESCO. Em 1966, em uma resolução unânime, a UNESCO dava seu aval ao projeto, dizendo que ele era importante para o futuro da humanidade.

Mirra Alfassa sonhava com uma sociedade sem dinheiro, na qual o trabalho coletivo e a troca de trabalho por serviços tornaria moedas e cédulas irrelevantes. Entretanto, a história dessa comunidade inclui crimes, conflitos e constantes dúvidas sobre sua transparência financeira.

A comunidade ocupa atualmente uma área de 20 quilômetros quadrados. Apesar de ter sido erguida em um terreno deserto e abandonado, a área conta hoje com um milhão de árvores plantadas pelos próprio moradores. Sua população é de aproximadamente 2.500 habitantes, originários de mais de 45 países, inclusive do Brasil.

auroville-ii-1500x686.jpg
Vista aérea recente da área.

As arquiteturas da cidade, assim como seu traçado urbanístico, têm características orgânicas e sustentáveis. A comunidade busca sempre aproveitar de maneira consciente os recursos naturais através da utilização de fontes energéticas renováveis como: luz solar, energia eólica e o biogás. Eles aproveitam águas pluviais e reciclam suas águas. Auroville conta também com coleta seletiva de lixo e é exemplo de integração entre o processo de produção de alimentos e o crescimento da malha urbana, através do desenvolvimento de sua área industrial pautada na “indústria verde”, juntamente com suas hortas urbanas.

De maneira geral, pode-se dividir a cidade em áreas específicas que circundam o Templo de Matrimandir e seus jardins: a área da paz; a área industrial; a área residencial; a área internacional; e a área cultural.

A Área da Paz – localizada no centro da cidade, compreende o maravilhoso Templo de Matrimandir e seus jardins, o anfiteatro onde está guardada  a “Urna da Unidade Humana”, com terra de 124 nações e 23 estados indianos, e o lago que cria uma atmosfera de calma e serenidade ao local e também serve para irrigar toda a área.

416222392nyhlzn_fs.jpg
Área da Paz – Templo de Matrimandir ao fundo com o anfiteatro e a Urna da Unidade em primeiro plano.

A Área Industrial – com  cerca de 100 hectares, ao norte da Área a Paz, a indústria verde é um dos pilares dos esforços de Auroville para se tornar uma cidade auto-sustentável. A preservação da natureza é outro pilar importantíssimo, de acordo com os princípios pelos quais Auroville foi fundada.

A Área  Residencial – maior das áreas, com cerca de 200 hectares cercados por parques. Nesssa parte de Auroville estão construídas as “Guests Houses”, que recebem hóspedes de todo o mundo que chegam para conhecer a filosofia e o cotidiano de Auroville. Nesta área se encontram também as casas dos residentes, com suas arquiteturas peculiares.

A Área  Internacional –  ao oeste da Área da Paz, abriga os pavilhões nacional e cultural, agrupados por continentes. Seu objetivo é demonstrar a unidade na diversidade, onde as pessoas de cada uma das nações do mundo possam se expressar.

A Área Cultural – com cerca de 90 hectares, está situada no leste da Área da Paz e foi  planejada para se tornar um local para realização de pesquisas na área de educação e expressões artísticas.

Abaixo você pode conferir mais algumas instalações desta cidade revolucionária:

Town_Hall_of_Auroville.jpg
Administração de Auroville (Town Hall)
03-earth_institute-training
Instituto da Terra
solar-kitchen-3
Cozinha Solar
avlibrarycrown-road002-28nov-2011
Biblioteca

Apesar de ainda pairarem dúvidas sobre o sucesso desta diferente cidade, Auroville é um grande exemplo de que é possível fugir dos padrões e paradigmas da nossa sociedade contemporânea. Através de uma urbanização pautada na preservação à natureza, no respeito as diferenças e no trabalho coletivo, pessoas testemunham sobre vidas felizes nesta sociedade alternativa.

Fontes:

https://viagensculturais.wordpress.com/2010/06/26/auroville-%E2%80%93-a-cidade-universal/

http://g1.globo.com/economia/noticia/auroville-a-cidade-onde-e-possivel-viver-totalmente-sem-dinheiro.ghtml

https://en.wikipedia.org/wiki/Auroville

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s